Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
4/11/21 às 10h21 - Atualizado em 4/11/21 às 10h27

Egov realizará o I Seminário de combate e prevenção ao assédio no setor público

 
A Escola de Governo do Distrito Federal (Egov) realizará, no dia 4 de novembro, o I Seminário de combate e prevenção ao assédio no setor público, das 9h às 17h30. As vagas para o evento presencial estão esgotadas, porém o evento será transmitido pela plataforma Zoom.
 

Os interessados podem assistir a transmissão on-line pelo link: http://www.egov.df.gov.br/seminario-de-combate-e-prevencao-ao-assedio-no-setor-publico/. O acesso à transmissão on-line será livre, mas não haverá certificado.

 

O objetivo do seminário é disseminar conhecimento sobre o assédio moral e sexual e as implicações e consequências dessa prática, no âmbito da Administração Pública do Distrito Federal e nas relações interpessoais. O projeto envolve todo o Governo do Distrito Federal, em especial a Controladoria-Geral, Secretaria de Estado da Mulher e a Secretaria de Estado de Economia.

 

De acordo com a diretora-executiva da Egov, Juliana Tolentino, a temática do seminário é de extrema relevância não apenas para Administração Pública, mas para a sociedade como um todo.

 

“Cabe a nós, enquanto gestores, coordenar a elaboração de políticas de formação que envolvem temas sensíveis, e o combate ao assédio nas relações de trabalho na esfera pública é uma pauta primordial que a Escola de Governo propõe, no intuito de coibir, por meio da educação, o abuso de poder nas relações interpessoais e de trabalho”, destacou Tolentino.

 

O assédio sexual é definido, de forma geral, como o constrangimento com conotação sexual no ambiente de trabalho, em que, como regra, o agente utiliza sua posição hierárquica superior ou sua influência para obter o que deseja. Já o assédio moral é a exposição de pessoas a situações humilhantes e constrangedoras no ambiente de trabalho, de forma repetitiva e prolongada, no exercício de suas atividades. Ambos são condutas que trazem danos à dignidade e à integridade do indivíduo, colocando a saúde em risco e prejudicando o ambiente de trabalho.

 

A secretária-executiva de Valorização e Qualidade de Vida (Sequali), Adriana Faria, destaca que a informação é uma das medidas capazes e eficazes de impedir a disseminação de tais práticas, daí a ideia de promover um seminário com essa temática.

 

“Um dos objetivos do seminário é garantir que os servidores saibam o que é assédio moral e sexual, e quais são os comportamentos e ações aceitáveis em um ambiente de trabalho, para que, assim, possamos contribuir para a redução e até para a eliminação dessas desprezíveis práticas na administração”, enfatizou a secretária.

 

No período da manhã, das 9h30 às 10h45, a chefe da Assessoria de Apoio aos Julgamentos da Controladoria-Geral, Michelle Gomes Heringer Caldeira, iniciará a primeira palestra com o tema Assédio na Administração Pública: combate e prevenção. Logo em seguida, das 11h às 12h, a gerente de Saúde Mental e Preventiva da Subsaúde, Jacqueline Ferraz da Costa, ministrará a palestra Aspectos psicossociais relacionados ao processo de assédio moral.

 

No período da tarde, o sócio-diretor da S2 Consultoria e cofundador e diretor acadêmico do Instituto de Pesquisa do Risco Comportamental (IPRC), Renato de Almeida dos Santos, discorrerá, das 14h às 15h15, sobre o tema assédio no teletrabalho.

 

Em seguida, a mediadora de conflitos, cofundadora e integrante do Grupo Avançado de Mediadores Institucionais (GAMEI), Samira Iasbeck de Oliveira Soares, desenvolverá, das 15h30 às 16h30, a palestra Conflitos interpessoais no trabalho: como lidar e prevenir impactos negativos.

 

Para encerrar o seminário, a instrutora Michelle Caldeira vai expor, das 16h30 às 17h15 estudo de casos com o intuito de promover o raciocínio crítico e argumentativo nos participantes.
 
Por Fabrícia Neves

Escola de Governo - Governo do Distrito Federal

EGOV

SGO Qd.01 Lote 01 Bloco A/B - Brasília/DF - CEP: 70610-610