Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
30/06/21 às 11h50 - Atualizado em 30/06/21 às 15h28

Escola de Governo marca presença no II Congresso Internacional Cidades Lixo Zero

Pessoas de diversas cidades do mundo puderam acompanhar, remotamente, a abertura do II Congresso Internacional Cidades Lixo Zero. Dedicado ao conceito Lixo Zero, com foco em cidades e municípios, o evento foi sediado em Brasília e contou com a promoção da Secretaria de Estado de Economia do Distrito Federal (Seec), por intermédio da Secretaria Executiva de Valorização e Qualidade de Vida do Distrito Federal (Sequali) e da Escola de Governo do Distrito Federal (Egov). 

 

A secretária executiva da Sequali, Adriana Faria, participou, presencialmente, da abertura do Congresso e ressaltou a importância da implementação de medidas que visem a promover a efetivação de políticas públicas sustentáveis e a conscientização ambiental para a mudança de hábitos da população. 

“Nós não separamos o lixo, nós misturamos, e se nós não misturássemos, não precisaríamos separar. Há uma série de conceitos muito simples que, se fossem desenvolvidos, estaríamos em outro patamar. O Brasil ainda está muito aquém   de onde poderia estar, no que diz respeito ao lixo, mas temos a certeza de que, por meio de um evento dessa envergadura, podemos modificar simples atitudes”, declarou a secretária executiva, que, na ocasião, fez questão de destacar os bons exemplos do Distrito Fed

eral nessa temática.  

 

A Diretora-Executiva da Egov, Juliana Tolentino, e a Vice-Diretora-Executiva da Egov, Carolina Machado Oliveira, também participaram da abertura do congresso que, logo no primeiro dia, contou com a participação da Escola no painel “Valorizando boas práticas”, realizado por meio de duas salas temáticas virtuais. 

 

 

A Egov, cuja missão é formular, promover e coordenar a política de formação, capacitação e desenvolvimento dos servidores públicos do Governo do Distrito Federal (GDF), intermediou as conferências das salas virtuais, com a participação de três palestrantes das seguintes entidades da Administração Pública do DF: Instituto Brasília Ambien

tal (Ibram), Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF) e Centrais de Abastecimento do Distrito Federal (Ceasa-DF). 

 

A servidora Louise Ferreira de Souza, da Sequali, conduziu um dos debates das salas temáticas. O palestrante Webert Oliveira Ferreira, Coordenador da Agenda Ambiental na Administração Pública do Ibram, explanou sobre a instalação de ecoponto no Centro de Práticas Sustentáveis (CPS), localizado no Jardins Mangueiral, e sobre a organização para instalação de ecopontos em mais quatro parques administrados pelo instituto. 

O palestrante Alex Rodrigues Santos, sargento do CBMDF, informou todos os procedimentos necessários para o recolhimento de vasilhames com tampa de plástico, logística fundamental para o funcionamento do projeto do banco de leite materno. O sargento também detalhou o funcionamento do projeto de reciclagem de lixo eletrônico, realizado em parceria com a Reciclotech. 

 

O encerramento do debate ficou por conta do palestrante Renato da Silva Lino, Chefe da Seção de Meio Ambiente da Ceasa-DF, que deu detalhes sobre a implantação do programa “Ceasa Aterro Zero”. A instituição, considerada a grande geradora de resíduos sólidos do DF, conseguiu implantar, com a execução do programa, a destinação de cerca de 90% dos resíduos produzidos no âmbito da Ceasa-DF e, no Programa Desperdício Zero, doações de alimentos considerados sem uso comercial. 

A destinação adequada e sustentável desses resíduos beneficia mais de 200 instituições cadastradas no banco de alimentos da Ceasa-DF. 

 

O II Congresso Internacional Cidades Lixo Zero, que teve como slogan “O futuro é circular”, propiciou profundas reflexões ambientais e soluções modernas de sustentabilidade, com a participação de 250 palestrantes, sendo 24 deles internacionais. As palestras e os painéis forneceram informações necessárias para subsidiar os gestores públicos e privados na formulação e na tomada de decisões visionárias que priorizem o desenvolvimento econômico, acoplado à conservação ambiental. A programação foi construída para difundir bons conceitos, boas práticas, dados e informações sobre a legislação vigente. 

 

“Este ano devido ao formato híbrido, com participações presencias e remotas, diversas pessoas de várias cidades e países puderam acompanhar esse importante passo para a implementação do conceito Lixo Zero. Essa é uma grande missão que nós estamos abraçando, e fazemos questão de tratar desse novo conceito, que muita gente acha que é impossível. O futuro é circular, pois o futuro que nós fazemos no presente voltará para nós no Futuro”, findou Adriana Faria. 

 

Por Fabrícia Neves

Escola de Governo - Governo do Distrito Federal

EGOV

SGO Qd.01 Lote 01 Bloco A/B - Brasília/DF - CEP: 70610-610